Sexta-feira, 25 de julho de 2014 
Página InicialLançamentos ImobiliáriosSolicite um ImóvelClassificados de Veículos
Clique aqui para realizar uma pesquisa através das Regiões de Campo Grande
Clique aqui para realizar uma pesquisa Detalhada
Visualizar Imobiliárias e Corretores
Adesão de Clientes
Conheça o InfoImóveis
Conteúdo de ajuda
Dicas importantes
Fale Conosco
Lançamentos
Lista de Cartórios
Notícias
Política de uso
Publicidade
Administrar (Extranet)
Vidro e Box
Esquadrias
Elétrica
Limpeza
Aquecedores Solar
Corretoras de Seguro
Calheiros
Limpa Fossa
Segurança
Ferramentas
Caçambas e Entulhos
Concreto Pré-Moldado
Móveis
Compensados
+ profissionais...
Quinta-feira, 10 de outubro de 2013
Desoneração de folha de pagamento para construção civil começa a valer em novembro

A partir de 1º de novembro começa a valer a desoneração de folha de pagamento destinada à construção civil. As empresas do ramo passarão a recolher a contribuição patronal, antes de 20% sobre os salários, na forma de 2% sobre o faturamento bruto. A nova regra irá contemplar empresas que estiverem dentro do CNAES, Classificação Nacional de Atividades Econômicas, indicados pela lei 412, 432, 433 e 439 e obras que tenham CEI inscritas posteriormente a 1o. de abril de 2013.

Apesar da redução em encargos à maioria das empresas do ramo, a redação do texto que garantirá a redução poderá gerar dúvidas que deverão ser adequadamente trabalhadas na regulamentação, afirma o advogado especialista em direito tributário, Piraci Oliveira*. “Ao eleger a CEI como marco à utilização do novo instituto, o legislador esqueceu-se que, muitas vezes, a responsabilidade pela inscrição não é das construtoras. Da forma como hoje está redigida, haverá obras fora da desoneração contratando ‘construtoras’ desoneradas, em nítido descompasso ao setor”, argumenta.

A desoneração aplicada ao setor de construção civil teve vigência por dois meses (abril e maio), por força da MP 601/12, que expirou antes de ser votada pelo Congresso Nacional, e depois foi reestabelecida pela Lei nº. 12.844/2013, publicada em junho. Neste período que se estende até 31 de outubro, a forma de recolhimento da contribuição previdenciária de 20% sobre folha de pagamento ou de 2% sobre a receita bruta ainda era optativa. Só a partir de 1º de novembro as empresas estarão obrigadas a retornar a regra da desoneração de folha de pagamento.

Fonte: Redação

Veja mais notícias do ramo Imobiliário.
 25/07/2014 - Duratex leva inovação, qualidade e design para ForMóbile
 25/07/2014 - Arquitetos e engenheiros criticam ameaça de agências reguladoras
 25/07/2014 - Feira moveleira promove interação entre empresas nacionais e internacionais do setor
 25/07/2014 - Lanzi aposta na tendência do cinza
 25/07/2014 - Desenvolvimento do interior aumenta busca pela profissão de corretor de imóveis
BUSCA DE NOTÍCIAS
voltarpágina inicial
Institucional

Página Inicial
Conheça o InfoImóveis
Conteúdo de ajuda
Política de uso
Trabalhe conosco
Fale conosco
Imóveis

Destaques
Lançamentos
Busca detalhada
Busca no mapa
Solicite um imóvel
Adesão de clientes
Serviços

Guia de profissionais
Móveis e construção
Notícias imobiliárias
Dicas importantes
Lista de cartórios
Publicidade
ShopBoats - Referência Náutica
Acompanhe o InfoImóveis





Todas as informações dos anúncios são de responsabilidade dos respectivos anunciantes.
© 2005-2014 INFOIMÓVEIS - Sua Referência em Imóveis - Todos os direitos reservados