Terça-feira, 22 de maio de 2018
Área administrativa
Busca de imóveis
Busca detalhada Busca no mapa Imobiliária/Corretor
Cliente infoimóveis

Administre seus imóveis no site.

Área administrativa

Notícias

Confira notícias do ramo imobiliário
+ - Tamanho da fonte
Segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

Completando 55 anos, Sindimóveis-MS aposta em serviços gratuitos para manter filiados

O Sindimóveis-MS (Sindicato dos Corretores de Imóveis de Mato Grosso do Sul) completou 55 anos de criação no sábado (20), em um momento de transformações para o meio sindical. Como fim da contribuição obrigatória –medida tomada pelo governo federal e contestada pelas entidades do setor–, a instituição busca manter seu quadro de filiados mediante a prestação de diversos serviços considerados essenciais.

O sindicato oferece, hoje, quatro escritórios completos para que os corretores sindicalizados possam atender os clientes –com computadores, ar-condicionado, internet, serviços de copa, impressão, fotocopiadora e equipe para suporte técnico-administrativo.

Além dessa estrutura, o Sindimóveis também conta com terminal de acesso direto à Prefeitura de Campo Grande, pelo qual oferece gratuitamente até 30 extratos de débitos do IPTU e 30 cadastros de imóveis por mês aos sindicalizados. Acima destas quantidades, paga-se uma taxa de R$ 5 por documento.

Serviços

O “pacote” oferecido pelo Sindimóveis para atrair mais sindicalizados passa pelas consultas ao Serasa em relação aos clientes (incluindo protestos, ações executivas, busca e apreensão, falências e outras) e ao valor do metro quadrado em bairros e eixos especiais por meio da CVI (Comissão de Valores Imobiliários), e inclui assessoria jurídica e serviços de certidões diversas.

Presidente da entidade, Marta Recalde afirma que o oferecimento dos serviços “é a forma que o Sindimóveis atua ao longo dos anos para manter o Corretor de Imóveis sindicalizado”. “Além dos serviços, temos 14 convênios nas mais diversas áreas, inclusive lazer e saúde”, complementou a primeira mulher a presidir a instituição.

Neste ano, o sindicato trabalha para implantar o curso de TTI (Técnico de Transações Imobiliárias) na sua sede. A entidade salienta que mantém os serviços ao mesmo tempo em que apoia demanda judicial para manter a contribuição sindical vigente, de forma a manter o seu custeio.

Mais imagens:
Fonte: Campo Grande News - Foto: Divulgação