Terça-feira, 1 de dezembro de 2020
Área administrativa
Busca de imóveis
Busca detalhada Busca no mapa Imobiliária/Corretor
Cliente infoimóveis

Administre seus imóveis no site.

Área administrativa

Notícias

Confira notícias do ramo imobiliário
+ - Tamanho da fonte
Segunda-feira, 1 de junho de 2020

Construtora faz doação para movimento #MobilizaCampinas

Com objetivo de ajudar famílias que estão em situação de vulnerabilidade social, a Fundação Feac criou o movimento #MobilizaCampinas, que pretende ajudar mais de cinco mil famílias da cidade. Com a ajuda da sociedade e de uma rede de mais de 60 Organizações da Sociedade Civil (OSC), o projeto tem a meta de atender dez mil famílias. Cada família beneficiada recebe R$ 200 por mês via cartão de alimentação, durante cinco meses, para aquisição de alimentos e produtos de higiene.


Há mais de 55 anos no mercado, o Grupo A.Yoshii investe constantemente em ações de responsabilidade social, pautadas nas diretrizes do Pacto Global e nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, por meio do Instituto A.Yoshii. Por isso, a construtora também está fazendo parte do movimento #MobilizaCampinas.


"Com essa iniciativa, pretendemos dar um alento a pessoas que estão sendo diretamente impactadas pela pandemia. Vimos nas campanhas da Feac uma grande seriedade e comprometimento, por isso aderimos ao movimento. Além do auxílio prestado aqui, temos outras campanhas nas cidades onde atuamos no Paraná e, dessa forma, tentamos minimizar os problemas de quem mais precisa e, ao mesmo tempo, incentivar outras empresas a adotarem ações sociais nesse momento tão delicado", destaca o gerente da A.Yoshii em Campinas, Volney Furtado.


Sobre a crise provocada pela Pandemia


Com mais de oito mil mortes no país e mais de cem mil infectados, a Covid-19, além de ser um problema sanitário e de saúde, também está impactando a economia. Milhares de pessoas estão sendo afetadas com o isolamento social, que é necessário para frear o avanço do vírus no país. Diante de uma situação nova e sem recursos suficientes, muitos brasileiros estão sendo privados de suas necessidades básicas, como de garantir alimento na sua mesa.


O estado de São Paulo é o epicentro do novo coronavírus e regiões metropolitanas como a de Campinas, com mais de três milhões de habitantes, vêm enfrentando graves problemas relacionados à diminuição das atividades econômicas. Atualmente, mais de 84 mil famílias inscritas no Cadastro Único em Campinas estão em situação de risco social, sendo que 44% delas estão na faixa de extrema pobreza segundo dados do Ministério da Cidadania.


Nos últimos meses com avanço da pandemia, a cidade recebeu mais de 91 mil mensagens para cadastrar informais e autônomos no auxílio do governo federal.

Mais imagens:
Fonte: Redação - Foto: Divulgação