Sexta-feira, 21 de junho de 2024
Área administrativa
Busca de imóveis
Busca detalhada Busca no mapa Imobiliária/Corretor
Cliente infoimóveis

Administre seus imóveis no site.

Área administrativa

Notícias

Confira notícias do ramo imobiliário
+ - Tamanho da fonte
Quarta-feira, 29 de maio de 2024

Imóveis com energia solar podem ser beneficiados na declaração do Imposto de Renda

Falta pouco para o encerramento do prazo de Declaração do Imposto de Renda. Até o dia 31 de maio os contribuintes podem fazer sua declaração referente ao ano-base 2023. Você sabia que a energia solar pode trazer benefícios para você ao declarar o seu Imposto de Renda? Adicionar o sistema fotovoltaico a um imóvel é considerado uma melhoria, que, além de fazer o valor dela aumentar, ainda diminui os impostos na hora de uma possível venda. Ao declarar o seu sistema de energia solar no Imposto de Renda, você garante benefícios fiscais.

De acordo com a Connectoway Solar, empresa distribuidora de equipamentos fotovoltaicos, o maior atrativo para o investimento em energia solar é a economia de até 90% na conta de luz da sua residência ou estabelecimento. Além da longa vida útil do equipamento, o sistema fotovoltaico traz maior estabilidade para as contas que normalmente podem vir a flutuar junto com a inflação. Além disso, o sistema fotovoltaico reduz o imposto de renda sobre a venda do imóvel. Declarando a obtenção do equipamento no seu imposto de renda, o valor do imóvel aumenta, mas por ser uma benfeitoria, na venda do imóvel essa declaração irá reduzir a base de cálculo sobre o ganho de capital em uma futura venda da propriedade.

 

É obrigatório declarar o sistema de energia solar no imposto de renda?

Não, essa declaração do seu sistema de energia solar no imposto de renda 2023 não é obrigatória! Pois os sistemas de energia solar fotovoltaica são considerados benfeitorias ao imóvel. Entretanto, ao declarar, o valor de reformas e benfeitorias é acrescido ao valor do imóvel na declaração, elevando o seu custo de aquisição. Se o Imóvel for avaliado em mais de R$ 300.000,00, essa declaração passa a ser obrigatória segundo a legislação tributária brasileira.
 

Como adicionar o sistema de energia solar no seu Imposto de Renda

É bem simples, de forma geral, você precisa somar o valor investido no equipamento ao valor do imóvel na ficha de Bens e Direitos.
 

Veja o passo a passo para declarar seu sistema de energia solar no IR

Identifique o valor do sistema fotovoltaico - Antes de declarar, você precisa saber o valor total do sistema fotovoltaico instalado em sua propriedade. Isso inclui o custo dos painéis solares, inversores, cabos, instalação e outros componentes relacionados.

Acesse o programa do imposto de renda - Utilize o programa da Receita Federal destinado à declaração do imposto de renda da pessoa física. Este programa geralmente está disponível para download no site da Receita Federal durante o período de declaração anual.

Declare como bens e direitos - Vá até a parte de Bens e Direitos da declaração, e inclua como gastos com reforma, ampliação ou construção.

Informe o valor do sistema -  Insira o valor total do sistema fotovoltaico no campo correspondente, detalhando-o de forma clara para a Receita Federal.

Declare as despesas - Caso tenha realizado algum financiamento ou tenha despesas dedutíveis relacionadas à aquisição e instalação do sistema fotovoltaico, como juros de financiamento ou despesas com mão de obra, inclua essas informações nas seções apropriadas da declaração.

Confira e envie a declaração - Após preencher todas as informações corretamente, revise sua declaração para garantir que não há erros ou omissões. Quando estiver tudo certo, envie a declaração dentro do prazo estipulado pela Receita Federal.
 

Como eu declaro o sistema de energia solar financiado no imposto de renda?

Neste caso, você precisa declarar apenas as parcelas efetuadas naquele ano. Repita o processo até a quitação integral do sistema de energia solar fotovoltaico.
 

É possível declarar um sistema fotovoltaico comprado e instalado em anos anteriores?

Sim, é possível! Para fazer isso, faça a retificação de declarações passadas, com o limite de até 5 declarações retroativas. Guardar os comprovantes da declaração de imposto de renda por até 5 anos é importante para facilitar possíveis auditorias da Receita Federal, correções ou retificações de informações, e para consulta do histórico financeiro pessoal. Além disso, os documentos podem servir como prova em casos legais e garantir direitos em diversas situações, como obtenção de crédito ou solicitação de benefícios previdenciários.O prazo do período para a declaração do imposto de renda vai até o dia 31 de maio. Faça a declaração do seu sistema fotovoltaico e usufrua de todos os benefícios possíveis no seu investimento.

Mais imagens:
Fonte: Redação - Foto: Divulgação