Quinta-feira, 21 de março de 2019
Área administrativa
Busca de imóveis
Busca detalhada Busca no mapa Imobiliária/Corretor
Cliente infoimóveis

Administre seus imóveis no site.

Área administrativa

Notícias

Confira notícias do ramo imobiliário
+ - Tamanho da fonte
Quarta-feira, 2 de janeiro de 2019

Prefeito da Capital, Marquinhos Trad é o segundo melhor das capitais do País

Um levantamento feito pelo Portal G1, comparando o prometido e realizado pelos prefeitos de 26 capitais do País, coloca o prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad, em posição de destaque. Ele é o segundo melhor do Brasil em termos de realização nos dois primeiros anos de mandato.
 

O prefeito de Campo Grande conquistou, definitivamente, a posição de destaque ao realizar 21 das 43 metas do plano de governo e ainda segundo levantamento, estão em pleno funcionamento mais 10 metas, totalizando mais de 72% das ações, na metade  de seu mandato.  Ele está atrás apenas do prefeito de Porto Alegre, que cumpriu nove, de um total de 16 prometidas em campanha.
 

Marquinhos superou outros 24 prefeitos de capitais e conquistou um percentual bem acima da média de todos os prefeitos de capitais, que juntos têm 29,99% de metas cumpridas até o momento.

O estudo aponta que outras 10 metas, das 43 do levantamento, já foram realizadas parcialmente. Se considerar as metas cumpridas e as parcialmente cumpridas, Marquinhos chega a 72,09% de execução dos dois primeiros anos de mandato.
 

Outras 12 estão em fase de implantação ou foram substituídas por questão de economia, visto que o prefeito pegou a administração devendo, aproximadamente, R$ 500 milhões só para fornecedores, além de salários atrasados.
 

É o caso do compromisso de criar a Secretaria de Assuntos Fundiários, que segundo o G1, foi feito durante uma entrevista. Neste caso, por economia, o prefeito criou a Diretoria de Assuntos Fundiários. Outro compromisso citado pelo site é o da criação da Secretaria para Pessoas com Deficiência. Também por economia, o prefeito criou a Coordenadoria de Apoio à Pessoa com Deficiência, dentro da Subsecretaria de Direitos Humanos.
 

Outras metas estão em fase de implantação, visto que o prefeito ainda está na metade do governo. É o que ocorre com a Nota Fiscal Eletrônica, que está em fase de estudo de viabilidade técnica e impacto financeiro.
 

O Programa Campo Grande Solar também foi citado entre os compromissos não cumpridos. Porém, no dia 31 de agosto de 2018 foi assinado o edital de chamamento público, que buscará empresas interessadas em participar na estruturação de um protótipo de árvore digital a ser instalado em praças e parques da cidade. A ideia é que o projeto tenha a capacidade de captar energia solar para recarregar aparelhos eletrônicos, como celulares, e servirá como um replicador de internet wi-fi no local.
 

A revitalização do antigo Terminal rodoviário é citada como meta não cumprida. Porém, a Prefeitura já solicitou R$ 15,5 milhões à União para requalificação do terminal. A realização de concursos para saúde e educação, também citada como meta não cumprida, está em andamento.  Em abril de 2018 a Prefeitura autorizou concurso e está em fase de levantamento das necessidades.
 

O levantamento do portal leva em conta as metas do plano de governo, mas também declarações dadas durante entrevistas, ainda na campanha pela prefeitura.
 

“Campo Grande foi maior que a crise nacional. Não sucumbiu. Mostrou vitalidade,  pujança, graças ao esforço da gestão, em parceria com a Câmara Municipal, e a capacidade do trabalho do nosso povo. Em 2019, vamos intensificar o processo de recuperação financeira da cidade para aumentar a capacidade de investimento, com foco na saúde, mobilidade urbana, educação, segurança, lazer e habitação”, destacou o prefeito Marquinhos Trad.

Mais imagens:
Fonte: Redação, com informações do Portal G1 - Foto: Divulgação